Não é mais um rostinho bonito no Instagram

Antes de iniciar este post, preciso fazer uma confissão: sou a loca das mil abas não lidas. Meu navegador me odeia, mas é mais forte do que eu. Se estou lendo algo e de repente uma informação específica me interessa, não termino o texto pra me adiantar e pesquisar sobre aquilo. Geração hiperlink, eu sei, porque provavelmente o texto vai explicar aquela info e não há nada em adiantar, mas sim, ir para uma nova aba, perder o foco e nem lembrar de onde saiu aquela curiosidade.

Tudo isso para dizer que fiz exatamente isso quando li um artigo sobre Louise Delage. Se você for como euzinha, não vá buscar sobre ela, eu te conto aqui. Eis que o perfil no instagram desta jovem francesa foi muito comentado nas últimas semanas. Mal tinha acabado de ler a INTRODUÇÃO do então artigo que falava sobre Louise, já corri buscar o insta dela pra entender o sucesso tão destacado. Pra variar, lá estava Louise com sua vida de perfeita de Instagram, vivendo diferentes momentos em vários lugares incríveis. Acontece que eu fui ficando com vontade de tomar vinho enquanto via as fotos. Bizarro, né? Ela tinha algumas fotos com umas tacinhas e eu pensei "nada como tomar vinho nacional na França, não é mesmo?". Bom, depois de desejar ter a vida de Louise e ficar pensando nas razões para ela ter tantos seguidores, já que não era famosa e ter um tom despretensioso, voltei para o artigo.

Eis que....LOUISE NÃO EXISTE!!!!!!! WHAT? Sim, what? Vou explicar isso e a minha vontade de tomar vinho. O perfil dela era uma campanha chamada "Like My Adiction" da organização Addict Aide, que problematiza a naturalização de certos comportamentos como o consumo excessivo de álcool nas redes sociais. Devo dizer que minha vontade de beber não passou, mas dei aquela travadinha pela lição moral. Me senti maior trouxa! O último post explica por um video com linguagem de instagram o que de fato está em jogo na atenção dada para Louise. Eu PULEI esse vídeo. Ele estava lá, era a última publicação e eu ignorei aqui. Estava em francês também o que não moveu para ver. Fiquei me perguntando quantos dos seguidores, bombardeados de fotos incríveis e descoladas, sacaram a mensagem final e concreta da camapanha. Quem parou na construção do perfil, quem sacou a ideia no total. A campanha é interessante e bem arriscada pela projeção da jovem sobre o público. Mas é uma ideia de grande poder quando o usuário compreende como somos induzidos a sentir e agir.

ps: não bebi vinho! ta loco hein, Louise?

 

 

Gláucia Oliveira

Pesquisa. Lê. Escreve. Pensa. Conecta.

Compartilhar