Em um tempo nem tão distante assim

A última novidade que a Nike lançou foi nada menos que a Casa Nike Air Max em comemoração dos 30 anos do modelo Air Max. Show lotado todos os finais de semana, galera correndo para tentar colocar o nome na lista de sábado e ficando horas na fila no domingo para entrar na casa que tem chamado atenção na Av. Paulista. Mas de onde vem essa paixão pela Nike? O que a marca tem de tão especial que ganhou o mercado e continua a conquistar todos no mundo? Curiosa, fui pesquisar um pouco sobre a história da marca e o que motivou Bill Bowerman e Phillip Knight a criarem essa marca de tanto sucesso. "A Nike vende atitudes, não produtos." Tem como os olhos não brilharem ao ler essa frase? A Nike além de ser a maior marca do planeta de footwear (tênis e afins) e roupas esportivas, é uma das maiores marcas que se preocupam em criar laços com o consumidor. Em tempos de relacionamentos pessoais e interpessoais online, resolvemos resgatar uma propaganda criada pela Nike em dezembro de 2016. Diferente das propagandas que estamos acostumados a ver, essa não faz referência a nenhum produto da marca e sim àquela maratona que você passa horas assistindo no Netflix, Instagram, Twitter, Facebook, Game of Thrones, memes etc... Sem imagens ou músicas, uma voz robótica lê frases em 1 minuto que resumem como temos passado nossas horas do dia. A mensagem é clara: temos gasto nosso tempo com bobagens aqui e ali.

Presta atenção nesse 1 minuto. Tradução do vídeo abaixo:

O texto: “Este comercial tem apenas um minuto. Fora as dez horas por dia que você passa na frente de uma tela. Isso dá 152 dias em um ano. Isso dá 32 anos de sua vida. Rolando coisas na tela. Clicando em coisas. Mandando emojis. Olhando as fotos de outras pessoas. Vendo fotos de seus cafés macchiato. Ou de seus cachorros. Ou de seus bebês. Ou de seus cachorros e bebês. Ou a vista da janela do avião deles. Ou um arco-íris. Vendo vloggers tirando alguma coisa de uma caixa. Assistindo a reality shows. Assistindo a programas sobre donas de casa. Assistindo a programas sobre donas de casa em um diferente estado. Assistindo a dragões. Assistindo a um programa sobre um empresário colombiano que era para durar um ano em uma única noite. Jogando video game. Vendo gatos serem gatos. Passando para a esquerda. Esquerda. Esquerda. Esquerda. Esquerda. Esquerda. Esquerda. Chacoalha. Direita. Esquerda. Direita. Decidindo se uma foto é de um labrador ou de um frango frito. Decidindo se uma foto é de um chihuahua ou de um muffin. Ou um cachorrinho ou um bagel. Lendo comentários de uma pessoa que você mal conhece postando alguma coisa sobre algo que você não dá a mínima. Dizendo a 647 pessoas o que você está pensando. Lendo o que 647 pessoas estão pensando. Lendo uma quantidade gigantesca de opiniões sobre política. Tempo é precioso. Estamos correndo hoje?”.

Fonte:http://exame.abril.com.br/marketing/comercial-nike-faz-pensar-tempo-desperdica-online/​ 

Carla Olielo

Apaixonada por arte e música, principais fontes de inspiração <3

Compartilhar